domingo, 24 de outubro de 2010

Pousadas charmosas que aceitam crianças

Pessoal, segue o link que achei demais, varias pessoas que já viajaram com crianças estao nesse site dando as dicas com os sites das pousadas:

http://www.viajenaviagem.com/2010/10/enquete-pousadas-charmosas-que-aceitem-criancas/

Esses blogs tambem sao bemmm bacanas de gente que viaja com esses pequenos:

http://euviajocommeusfilhos.blogspot.com/

http://criancasnabagagem.blogspot.com/

http://www.oviajantedefraldinhas.com/

:-)

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Europa Dicas

Hoje vai ser parte 1 , estou com um pouco de pressa, logo postarei mais, la vai:

VENEZA - fiquei no hotel com excelente localizacao:

http://www.hotelaidomori.com/en_hotel1.htm
alias o mais limpo que peguei.

Atencao, se vc for fazer austria, compensa vc pegar 1 trem da Austria p/Veneza.

Gondola, pessoal atencao aqui, nao adianta perguntar o preço da gondola na rua principal onde todos desembarcam, o ideal é ir no final do dia nas ruazinhas p/ tras e ir perguntando o preço, cada

gondoleiro vai te falar um preço, tente negociar, na rua principal é 100 euros por pessoa, somente os japoneses se rendem, nas ruas de tras vai caindo o preco, eu paguei 30 euros p/ 3 pessoas.

Negociem o percurso tb, porque o legal é andar de gondola, o resto é resto....


ROMA

De Veneza sao 3 horas e 50 min, vc pode comprar pelo site antes de ir:
http://www.trenitalia.com/cms/v/index.jsp?gnextoid=ad1ce14114bc9110VgnVCM10000080a3e90aRCRD

Uma dica aqui é p/ nao gastar mais de 4 dias nessa cidade, ela é pequena e da pra fazer tudo muito rapido, a menos que vc queira mesmo descansar, tomar um sorvete sentado sem pressa e ver a bagunça dessa cidade passar, mas se vc quer mesmo é conhecer a europa em 20, 30 dias, corra, e fique somente 3 dias nesse caos, apesar de tudo, vc vai amar esse caos e esses narigudos.  vai se sentir em casa, of course.

Vaticano e Capela Sistina, compre o ticket pela internet e evite as filas:
http://biglietteriamusei.vatican.va/musei/tickets/do?action=booking&codiceLivelloVisita=9&step=1

nao deixe de ir é mil vezes mais lindo que o Louvre ( principalmente p/ quem nao entende de artes igual eu)

Ah fiquei num albergue em roma, nao indico nao, chama marco polo, o lugar é ruim e o lugar é sujo.

PARIS

METRO: comprei o carte orange p/ ter acesso livre ao metro com preço mais acessivel:
http://www.paris.org/Expos/ParisTickets/Orange/

apesar de falar que precisa de foto, nao colocamos.

cuidado se pretende ir na Disney esse passe de metro nao é valido, vc consegue chegar ate la,mas na hora de sair no portao da disney vc leva um bela multa a vista, pago na hora ( aconteceu commigo )

Dica quente de compras, nao va gastando seus euros perto da maravilhosa Torre, guarde p/ o dia que vc for em Sacre Coeur, antes de chegar na Igreja maravilhosa, por sinal vc vai se  sentir passando na 25 de março, varias lembrancinhas podem ser compradas por 1 Euro.e vale muito a pena.

Objetivo final, a vista maravilhosa da cidade luz visto da igreja:

http://www.sacre-coeur-montmartre.com/us/index.html

Alemanha

Considere fazer a rota romantica , assim vc ja ve todos os castelos, e termina em Fussen onde tem o castelo da cinderela ( modo de dizer, rss, onde Walt disney copiou daqui o modelo).

http://www.romanticroad.com/

Recomendo ir em Rothenburg odt, a mais linda na minha opiniao, e dar a esticada ate Austria qdo acabar a rota romantica.

Salzburg:

Fiquei nessa casa de familia, achei que ta otimo, pelo preço e pelo tempo que fiquei 2 noites :
http://www.blobergerhof.at/en/

Ahh todo mundo me pergunta porque ir la, alem de ser lindo, estao concentradas as pessoas mais lindas do mundo, essa eu nao podia perder....haha


Hoteis em toda Europa:

Considere pesquisar aqui, os proprios europeus usam esse site p/ localizar hoteis mais em conta:

http://www.lastminute.com/site/travel/hotels/error.html?skin=engb.lastminute.com&sessionTimeOut=true

Trem:

Considere comprar aqui no Brasil se vc for utilizar passes de trem entre paises que tem fronteira, exemplo:
alemanha, belgica e holanda - vc compra o passe 1month in 10 days, isso significa que vc pode tomar trem o quanto quiser em 10 dias durante 1 mes, por exemplo, vc só poderia usar 10 dias, mas nao consecutivos, entao 1 dia eu vou p/ belgica, e depois de 2 dias p/ holanda, entao usei o trem 2 X , mas terei que usar os 10 dias que comprei em ate 1 mes.

veja mais explicacoes:
http://www.raileurope.com.br/
http://www.eurail.com/eurail-select-pass-3-countries?currency=usd

só compensa se vc for usar trem varias vezes, comprar isso p/ tomar 1 vez ou 2x vai sair mais caro.

Alemanha compensa muito, porque é tudo muito proximo, em 1 dia vc vai pra Colonia, Heidelber, e outras, se vc tiver em Frankfurt por exemplo, vc anda mais de 1x de trem no mesmo dia sem ter que pagar a mais por isso, isso é apenas 1 exemplo.

Ate mais, volto com a parte 2 em breve,

bjs,

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Dicas Buenos Aires


Lugares que não pode deixar de ir:

1) Passeio que leva aos outlets, é uma van que passa e te pega no hotel, agendar com o próprio hotel.
Av. Santa Fé, lojas lindíssimas.

2)Galeria Pacífico, tipo um shopping..... a coisa mais linda.

3)Av. Florida, essa parece a 25 de março, mas é interessante dar uma passada.... só não perde muito tempo nela.

4)Casa Rosada, Obelisco, Caminito, Feira da Recoleta (aos domingos) lá tem tipo uma galeria onde tem o
Hard Rock Café e uma loja super moderna de enfeites para casa.

5)Palermo, parece a Oscar Freire.... fomos à noite em um barzinho, mas tem que ficar esperto pq esses barzinhos só aceitam dinheiro....

6) Não deixe de andar em Puerto Madero de fora a fora e dos dois lados.... é muito lindo.....

7) É interessante visitar o Casino flutuante tbm.... é bem diferente e fica no finalzinho de Puerto Madero, dá pra ir a pé....

8) Show de tango, recomendo o Senhor Tango.

Pode levar real, pois a maioria das lojas de roupas aceitam e sai mais barato, pois eles fazem exatamente pela metade do valor de pesos..... e o câmbio que compramos pesos foi a 0,65.


Restaurantes imperdíveis:

1) Aires Crioulo – fica na av santa fé não sei o número, pois fomos almoçar sem querer e adoramos!!!! Preço justo, atendimento bom e carne fantástica.

2) Las Nazarenas – Rua Reconquista, 1132 – fantástico eles tem uma Adega enorme, o Le ficou doidinho e eles tinham quase todos melhores vinhos da Argentina, vale à pena comprar vinho lá.
la cabana de las lilás – um pouco mais caro.... não conseguimos ir neste, mas nossos amigos foram e falaram que é sensacional fica em Puerto Madero, não sei o número.... dá pra ir a pé do hotel.

Lugar para não ir comer:
Siga La Vaca – pior do que o Tendall Gril da Dom Pedro.

Site dos outlets:

http://www.fashionbubbles.com/mundo-viagem/outlets-em-buenos-aires-2

http://www.fashionbubbles.com/mundo-viagem/compras-em-buenos-aires-armani-oakley-puma-e-diesel/


http://www.brooksfieldrecoleta.com.ar/

Avenida Santa Fé 1633 de passagem e maravilhe-se com as roupas BROOKSFIELD coleção 2010, a preços quase OUTLETS.

http://www.outlets-bsas.com.ar/


Tem uma lista infinita de restaurantes , mas publico depois, bjss

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Grécia - dicas de quem já foi!!!

O lugar é lindo e vale a pena ir.



Fizemos o seguinte roteiro:

Voo ida: Stuttgart/Atenas

Voo volta: Santorini/Stuttgart



Atenas 1 dia e meio

Naxos 4 dias e meio

Santorini 4 dias e meio



Atenas

Para quem gosta muito de curtir museus, etc, sugiro que fiquem mais que 1 dia e meio. No nosso caso, prefirimos conhecer os lugares mais famosos e este tempo foi suficiente. Fomos para Akrópolis (Parthenon, Teatro de Herodes, etc), parque olimpico, parque olímpico de Zeus.

Info sobre Akropolis: http://www.athensguide.com/acropolis.html

Hotel: Nao sugiro porque nao gostamos o que reservamos.



Naxos

Chegamos até essa ilha com um navio da companhia Blue Star Ferries.

Levou 5 horas para chegar na Ilha saindo de Atenas. Pagamos 23 euros por pessoa. Compramos os tickets no porto de Atenas no dia anterior porque embarcamos muito cedo no dia seguinte (07:00hs). O metro chega até lá. Tem opcao mais rápida, porém mais cara. Prefirimos economizar e curtir a viagem por mais tempo pelo mediterraneo que eh maravilhosa!

Essa ilha é a maior do Cyclades.

A maioria das praias dessa ilha tem areia branquinha e agua cristalina.

Ficamos num hotel chamado Plaka Hotel. Gostamos muito.

Pagamos 27 euros o casal, sem cafe da manha (fomos em setembro).O Hotel oferece café da manha porém é 4 euros por pessoa.

Existe uma vendinha no hotel que vende paes, frios, sucos, frutas.Compramos o nosso cafe da manha na vendinha e comemos no quarto. O quarto oferece frigobar e fogaozinho.

Gostamos muito tambem de comer no restaurante do hotel. A comida é bem caseira e nao eh cara. A jarrinha de vinho branco deles eh uma delicia e o preco eh muito bom tbem.

Esse hotel fica mais ou menos 7 Km do centro, mas existe onibus por 1 euro por pessoa que passa de 30 e 30 minutos para o centro.



Link interessante Naxos: http://www.naxos-greece.biz/

(encontra-se dicas de hoteis, etc)



LInk hotel:
http://www.plakahotel.com/

email do hotel: info@plakahotel.com



Santorini

Saimos de Naxos e fomos para Santorini com a mesma companhia Blue Star Ferries. Compramos o ticket no centrinho de Naxos. Pagamos mais ou menos 14 euros por pessoa.

Santorini é uma ilha de formacao vulcanica. A vista é maravilhosa.

A cidade tem varias vilas. Sugiro que aluguem hotel no centro (Fira) porque eh mais fácil de se locomover com onibus para as praias e vilas. Eh possivel alugar moto. Custa 10 Euros por dia.

Oia é uma vila onde as pessoas vao para ver o por do sol.

Tem um passeio de barco de 5 horas que passa pelo vulcao (ultima erupcao na decada de 50), aguas quentes, Tirassia. Vale a pena ir!

Praias: Vale a pena conhecer porque eh diferente, mas as praias de Naxos sao mais bonitas. As praias de Santorini sao de pedras.Nao esquecam o chinelo porque sem ele vcs nao conseguirao andar na praia. Alem de doer, pode queimar os pes ok?

A ilha de Santorini eh fascinante e a vista maravilhosa!



Link interessante de Santorini: http://www.santorini-greece.biz/

(encontra-se dicas de hoteis, etc)



Hotel que ficamos: http://www.hotelantonia.gr/

Email: ant_leyt@hol.gr

Este hotel fica no centro. A localizacao eh muito boa. Pagamos 38 Euros o casal por dia. Nao tem café da manha. Eh um pouco barulhento. Para quem tem problema de dormir com barulho, sugiro que procurem outro lugar.



PS: Os gregos nao sao tao educados e tem pouca paciencia quando pedimos informacoes.



Bom meninas, eh isso ai! Espero que gostem!

Um beijo para vcs!

-> Contribuição de nossa Amiga Karina p/ o blog.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Chile - Lagos e Vulcões de carro

O melhor caminho de Santiago


Esqueça congestionamentos, buracos na pista e motoristas neuróticos. Do sul do Chile até a capital do país, não tem nada disso, o que torna viajar de carro uma alternativa deliciosa

Os chilenos podem não ter gerado grandes pilotos de Fórmula 1. O maior deles, Eliseo Salazar, nunca subiu ao pódio e só ficou famoso ao levar uns sopapos de Nélson Piquet depois de cometer uma barbeiragem no Grande Prêmio da Alemanha de 1982. Também podem não ter uma grande indústria automobilística - a frota chilena é bem velhinha, a bem da verdade. Mas no país deles há estradas de deixar qualquer brasileiro morrendo de inveja: conservadas, bem projetadas e com ótima sinalização. Junte-se a isso o fato de que essas rotas são entremeadas de vulcões, lagos, montanhas, vinícolas e estações de esqui - e que os compatriotas de Salazar dirigem mais cautelosamente do que o obscuro piloto, e você terá um cenário perfeito para uma viagem de carro, com a liberdade e a agilidade que só esse meio de transporte pode oferecer.

PUERTO VARAS - VULCÃO OSORNO - FRUTILLAR

Uma semana pelo Chile, organizado pela operadora Mobility, de São Paulo. Há várias opções de roteiro. O nosso começou em Puerto Montt, cidade portuária na região dos Lagos Andinos (Centro-Sul), onde um Toyota Yaris nos esperava no aeroporto, para uma locação de sete dias.



Numa tarde congelante, entramos no bravo carrinho, que nos conduziria até Santiago, a 1016 quilômetros dali. Logo veio o primeiro problema. Se as estradas chilenas são bem sinalizadas, o mesmo não se pode dizer das cidades. Esqueça as placas. Nas áreas urbanas, elas não existem ou não são confiáveis. Perdemos quase meia hora naquela cidadezinha menor que Birigüi (SP), tentando encontrar a rodovia que nos levaria a Puerto Varas, nosso primeiro destino turístico e hoteleiro.



Só deu certo quando enfrentamos a barreira da língua e começamos a gastar nosso "portunhol". Aí ficou claro um fator que ajudaria ao longo da jornada até Santiago: os chilenos são simpáticos, prestativos e adoram brasileiros. Todas as vezes que pedimos informações fomos tratados com atenção, simpatia e paciência - legado de um país com baixa criminalidade, onde ninguém tem medo de ser abordado por estranhos na rua.

O primeiro contato com a famosa Rota 5, ou Rodovia Panamericana - a estrada que cruza o país de Norte a Sul -, nos fez perceber que os chilenos, definitivamente, jamais ganharão troféus em pistas de corrida. Assim como nunca terão um trânsito violento como o brasileiro. Eles raramente ultrapassam a velocidade máxima permitida. Pelo contrário, quase todo mundo dirige a 110 quilômetros por hora, numa via onde a lei permite 120 - fato que pudemos descobrir com a ajuda de indicadores de velocidade dispostos ao longo da estrada (semelhantes às lombadas eletrônicas brasileiras, com a diferença de que no Chile eles não multam). Isso imediatamente provoca em nós, discípulos de Ayrton Senna e Nélson Piquet, uma irresistível tentação de sair costurando...



Mas nem houve tempo para isso. A pequena cidade turística de Puerto Varas fica a meros 16 quilômetros de Puerto Montt. Ela ergue-se na beira do Llanquihue, o segundo maior lago chileno, famoso pela prática de esportes náuticos, por atrair pescadores do mundo todo e, sobretudo, por estar ao sopé do Vulcão Osorno. Um dos mais famosos dentre as dezenas que salpicam a região andina.

Fumaça enigmática

Se houvéssemos alcançado o local de outra forma que não de automóvel, haveria a certeza de que um incêndio florestal se acercava da diminuta vila, tamanha a quantidade de fumaça que havia nela. No entanto, a pequena viagem revelou que a fonte de tanta fuligem era... a própria cidade! Sim, no gelado sul do Chile, quase não há aquecedores elétricos ou a gás. Por isso, na prática, as casas exibem uma bonita e fumegante lareira, em que muitos feixes de lenha são queimados diariamente. Em dias de inversão térmica, forma-se um "smog" que garante um ar londrino - e também alguma irritação nos olhos.



Puerto Varas é a mais importante cidade turística na região do "Cruce de Lagos". Ou seja, onde se pode cruzar de barco para Bariloche, na Argentina. Mas esqueça as plagas do Maradona. Há muita coisa boa para se fazer em solo chileno.



Apesar da periferia feinha - nada que se compare aos subúrbios brasileiros -, a cidade tem um bonito centro comercial, com vista para o lago e para o Osorno. Uma feirinha de artesanato garante o charme nos fins de semana. Aqui ficam os melhores hotéis da região e também bons restaurantes, como o Íbis, onde se podem degustar os mariscos trazidos da costa horas antes - no Chile, o mar quase sempre está a menos de 100 quilômetros.

O vulcão é o que interessa

Para os fanáticos pelas apostas, existe o Cassino Puerto Varas. Daqui também partem dezenas de excursões para o vulcão e para os lagos da região. Mas o ideal mesmo é estar de carro, pois nem sempre os passeios podem valer o tempo que as excursões ocupam. É o caso dos Saltos de Petrohue. Trata-se de uma série de quedas-d'água decantadas em prosa e verso nos folhetos turísticos. De fato, vale a pena ir até lá, mas apenas se o tempo estiver bom. Caso contrário não se consegue ver o Vulcão Osorno, grande atração do lugar. Os saltos em si merecem uma visita. Mas daquelas rapidinhas - e não de um dia inteiro, como algumas agências sugerem.



Melhor que isso é usar uma manhã ou toda a tarde na cidadezinha de Frutillar, a 25 quilômetros de Puerto Varas. Fizemos isso em nosso segundo dia de viagem e o resultado foi compensador. Uma trilha não asfaltada, recoberta de pedras, margeia o Lago Llanquihue até essa vila tipicamente alemã, capaz de rivalizar com qualquer recanto de Santa Catarina. No caminho, além de bucólicas fazendas repletas de ovelhas, chama a atenção o monumento aos colonizadores germânicos que aqui chegaram em 1852. A obra em si não é um primor de beleza, mas fica numa colina com uma vista espetacular do lago.

Em Frutillar, é obrigatório apreciar a arquitetura teutônica e visitar o interessante Museu Colonial Alemão. Saltam aos olhos os letreiros na língua de Goethe, espalhados por toda a vila. Há várias doceiras com especialidades alemãs - sobretudo o küchen, uma torta doce que pode levar maçã ou chocolate. A cidadezinha é pródiga em bons restaurantes. Mas fique atento: muito deles só trazem a influência germânica no nome. No Guten Apetit (Bom Apetite, em alemão), não havia um prato sequer importado de terras prussianas. No Clube Alemão, por sua vez, a coisa mais próxima que conseguimos foi uma bisteca de porco acompanhada de ovos e arroz, que eles inadvertidamente chamam kassler, para desespero dos genuínos mestres-cucas bávaros.



Se o paladar nem sempre é satisfeito, a audição certamente o é. Com a construção de um grande anfiteatro na beira do lago, a cidade está virando um importante centro de eventos musicais e artísticos. Não é difícil encontrar uma orquestra tocando Bach ou Wagner nos fins de semana. Debussy ou Verdi? Aí, é menos provável...

ONDE FICAR E COMER

Em Puerto Varas, há dezenas de hotéis e pousadas. Uma boa opção é hospedar-se no Hotel Cabañas del Lago (www.cabanas dellago.cl). Ao contrário do que o nome sugere, não há cabana ou chalé nenhum, mas sim uma imponente construção avançando sobre o Lago Llanquihue. Os quartos têm uma bela vista para o lago e a cidade, com diárias que vão de 89 a 220 dólares, dependendo da época do ano.


Em Frutillar, a pedida é o Hotel Ayacara (www.hotelayacara.com), uma charmosa casa em estilo alemão construída em1910. Tem oito quartos, com preços de 50 a 100 dólares, e fica próximo ao anfiteatro onde ocorrem festivais de música.

Há ótimos restaurantes em toda a região, mas a preços nada amigáveis. Um prato de avestruz com risoto, no El Ciervo, de Puerto Varas, não sai por menos de 6000 pesos - equivalente a 30 reais - sem contar bebidas, sobremesas e gorjeta.

PUCÓN - VULCÃO VILLARRICA - PARQUE HUERQUEHUE

Com o espírito aventureiro que o carro permite ter, decidimos deixar de lado a excelente Rota 5 para percorrer uma trilha alternativa de 133 quilômetros, que parte de Puerto Varas e contorna o Lago Llanquihue rumo à cidade de Osorno. Nossa idéia era retomar a autopista nessa cidade e chegar em duas horas a Pucón, 230 quilômetros ao norte, região de turismo chique, onde ficam o lago e o Vulcão Villarrica.



"Aventura" não foi força de expressão. A rota que contorna o lago é tão bela quanto traiçoeira. Um trecho de 29 quilômetros de terra é garantia de diversão, para quem tem veículo 4 x 4, e de problemas, para quem - como nós - optou por um compacto feito para andar nas ruas de Tóquio.



A brincadeira off-road nos legou uma inesperada tremedeira no volante, que tornava impossível dirigir a mais de 80 quilômetros por hora. Aí vai mais uma dica para quem viaja de carro no Chile. Com exceção da Rota 5, as vias não têm essa profusão de postos de serviço que vemos no Brasil - um dos poucos aspectos em que as estradas chilenas deixam a desejar quando comparadas às nossas. Além disso, é quase impossível encontrar oficinas mecânicas abertas depois das 18 horas e boa parte dos postos de combustível fecha as portas à noite. Se você tiver um problema, apele aos telefones de emergência das locadoras e espere um carro reserva. É o jeito.



Só não fomos obrigados a tomar essa medida devido à sorte e à simpatia dos chilenos. Na cidade de Osorno, em pleno sábado à noite, uma dupla de frentistas decidiu ajudar, mesmo depois de já terem fechado o posto. Felizmente, em vez de um problema mecânico, tínhamos, sim, eram quilos de barro presos às rodas. Bastou uma lavagem para permitir uma chegada tranqüila a Pucón.

Pucón é uma espécie de Campos do Jordão chilena. Conta com casario em estilo enxaimel, um comércio charmoso e muita moçada curtindo a noite na alta temporada. Só que também tem neve, um vulcão no horizonte, estação de esqui, cassino e um grande lago que a envolve.

No Centro, o grande barato é visitar as lojas de artesanato, em que se encontram os intricados artefatos feitos pelos mapuche, os índios que dominavam a região antes dos espanhóis. Sem contar a boa oferta de bares descolados, lojas de grife e restaurantes românticos, em que se podem degustar, à luz de velas, desde mariscos com camarão até avestruz e saborosos grelhados de cordeiro - aliás, o prato típico da região.



Ainda assim, Pucón é um recanto menos óbvio que Valle Nevado e Termas de Chillán - ambos ao norte. Por isso, recebe amiúde celebridades que fogem do assédio público.

Trata-se de uma fazenda aberta ao turismo, localizada no caminho para a pequena Villarrica (sim, há uma cidade com o mesmo nome do lago e do vulcão). Com mais de 2200 cabeças de gado, 400 ovelhas, lhamas, veados e muitos cavalos, o latifúndio se tornou uma parque de diversões agrícola, que oferece desde prosaicos piqueniques até churrascos à moda patagônica e - pasmem - festas de rodeio. Sim, até aqui...

Se você não é da turma do chapéu e espora, tudo bem. Existe aqui pertinho a estação de esqui. Decidimos encará-la em nosso segundo dia em Pucón. Para chegar a ela de carro, segue-se uma tortuosa estrada de montanha de 18 quilômetros, onde não se deve dar uma de piloto de Fórmula 1. Curvas fechadas e chão escorregadio são um convite a rolar montanha abaixo antes mesmo de se calçar os esquis.

Uma vez lá em cima, o cenário é compensador. Situada na encosta do Vulcão Villarrica, a 1480 metros de altitude, ela não chega a ser das mais emocionantes em termos esportivos. Em compensação, proporciona uma visão deslumbrante dos lagos Villarrica, Caburgua e Calafquen.

Mas não é só de paisagens nevadas e cowboys latinos que vive a região do Vulcão Villarrica. A 37 quilômetros da cidade (12 deles por terra), fica o Parque Nacional Huerquehue. É área ideal para quem gosta de caminhadas em meio à natureza. Há diversas trilhas, com muitos níveis de dificuldade, em meio a uma densa vegetação de montanha.

Das elevações, algumas com até 2000 metros de altitude, pode-se ver todo o Lago Caburgua, uma reserva formada há dez milênios pelo degelo dos Andes, margeado por praias de cinzas vulcânicas. Além disso, a vegetação é bastante incomum, pelo menos para quem está acostumado ao trekking no Brasil. Podem-se se ver tanto os coigues, árvores centenárias com mais de 30 metros de altura, quanto os minúsculos changles, fungos coloridos que se tornaram uma iguaria na culinária local.

Banquete selvagem

Na parte baixa de Herquehue fica o Lago Tinquilco. Às suas margens, sob uma fachada humilde, encontramos um dos mais exóticos restaurantes da região. Na realidade, uma pousada, a Puerto Parque Tinquilco. Nela, a anfitriã Giovanna Franco prepara trutas pescadas no dia - às vezes pelos próprios clientes. E também javalis caçados por seu marido (com permissão do governo, claro). Além das já famosas tortas küchen.

Depois de um banquete selvagem, nada melhor que um passeio tranqüilo. No trajeto de volta de Huerquehue a Pucón ficam os Ojos del Caburgua, agradável bosque com diversas cachoeiras e pontos, no chão, dos quais brota água, um fenômeno curioso e belo. No verão, o lugar é tomado por famílias em busca de espaço para piquenique ou simplesmente para relaxar, antes de encarar a estrada de novo.

ONDE FICAR E ONDE COMER


A região do Lago Villarrica tem uma profusão de bons hotéis. Quem prefere um lugar mais sossegado, pode optar pelo recém-inaugurado Villa Rica Park Lake (www.villarricaparklakehotel.cl), situado no meio do caminho entre Pucón e a Rota 5. Às margens do lago, o hotel oferece spa completo e serviços como transfer de esqui. As diárias vão de 255 a 295 dólares.

No agito da cidade existe o Hotel del Lago (www.hoteldellago.cl), onde fica também o cassino. Diária de 130 a 300 dólares. Escolher restaurante em Pucón é tarefa difícil, tamanha a oferta de lugares charmosos e de cozinhas apetitosas.

No restaurante Patagonia Plaza, no centro de Pucón, um prato de cordeiro assado com batatas e salada sai por 4800 pesos (cerca de 23 reais).

TERMAS DE CHILLAN

O trecho que leva de Pucón às Termas de Chillán, no quinto dia de viagem, foi de longe o mais tenso. Nem tanto pelos primeiros 377 quilômetros, percorridos na tranqüila Rota 5 até Chillán. O problema é o caminho entre essa cidade e as termas propriamente ditas. Os mapas e guias chilenos dão a entender que, após um trajeto de 80 quilômetros partindo de Chillán, chega-se a uma vila ou cidade. Puro engano. A estrada é uma interminável subida que termina na própria estação de esqui, onde existem dois hotéis e nada mais. Se você se esquecer de abastecer o carro, correrá o risco de ter uma pane seca num lugar desolado e gelado.

Por sorte, conseguimos alcançar o Grande Hotel Termas de Chillán, a 1800 metros, com o intrépido Toyota Yaris já engasgando por falta de gasolina. Alguns quilômetros a mais e, em vez de um confortável quarto cinco estrelas, encararíamos uma noite no acostamento da estrada - onde fazia 5 graus.



Em Termas de Chillán, ficam as mais longas pistas de esqui da América do Sul. A maior delas, chamada Três Marias, perfaz a impressionante distância de 2600 metros. A bela linha de teleféricos, por sua vez, tem um total de nove ramificações - a viagem nas cadeirinha aos pontos mais distantes leva até quarenta minutos.



Por isso, na temporada de inverno, que vai de junho a outubro, a região realmente bomba, com turistas de todo o mundo, inclusive esquiadores profissionais europeus, que fogem do verão setentrional. Mas o grosso dessa invasão é mesmo tupiniquim. "Os brasileiros representam 90% dos estrangeiros", diz em perfeito português a subgerente do Grande Hotel, Pamela Bravo. Termas de Chillán tem-se tornado a grande rival da estação de esqui de Valle Nevado, próximo a Santiago.

Piscina de 38 graus

E quando o tempo esquenta? Ao contrário do que se possa pensar, quando a neve vai embora, de dezembro a março, a região ferve novamente. As fontes de águas termais viram a grande atração. Tanto no hotel quanto em uma área pública há deliciosas piscinas de água sulfurosa que brota da montanha vulcânica a 38 graus.



Para os adeptos do consumismo, existem as peculiares lojas de artesanato e os poucos - mas glamourosos - restaurantes que ficam ao longo da estrada para as termas, a 30 quilômetros dos hotéis. Além disso, a região é perfeita para esportes de aventura, como rapel, trekking e arvorismo. Vale a pena aproveitar o carro para visitar pontos remotos como a Gruta de los Pangues - uma caverna encoberta por impressionante cachoeira, à beira de um desfiladeiro. E, se seu veículo for 4 x 4, a pedida é ir até Shangri-lá - o ponto onde ficava a antiga estação de esqui, abandonada em 1975 por causa da dificuldade de acesso: uma trilha que margeia um paredão de rochas vulcânicas milenares apelidado de "El Purgatorio".

ONDE FICAR E ONDE COMER



Em Termas de Chillán, o Gran Hotel Termas de Chilllán e o Hotel Pirigallo (www.termaschillan.cl) são da mesma rede e têm o mesmo estilo, com menos requinte para o segundo. Há estrutura para esqui, piscinas termais, passeios a cavalo e campo de golfe. Os preços vão de 190 a 314 dólares. Como não há outros restaurantes, os hotéis aproveitam: qualquer refeição sai pelo preço salgado de 17000 pesos (85 reais) por pessoa.

ROTA DO VINHO



Seria um contra-senso visitar o Chile e não se deliciar com o mais famoso de seus pro-

dutos: o vinho. Num roteiro de carro pelo país, fica fácil embarcar numa jornada enológica. Cerca de 260 quilômetros ao norte de Chillán, no caminho para a capital, Santiago, deparamos com a cidade de San Fernando, entrada para o Vale de Colchagua. Trata-se de uma das mais privilegiadas regiões do mundo para o plantio de uvas e fabricação de vinhos de qualidade superior.



Em uma área de 500 quilômetros quadrados, 27 vinícolas - boa parte delas entre as mais renomadas do país - produzem 150 milhões de litros de vinho por ano. Por isso, o afluxo de turistas ao vale cresceu tanto que os produtores se uniram para criar a Rota do Vinho, um passeio de trem que parte de Santiago e percorre a região, com paradas para degustação, palestras e visitas guiadas.



A vantagem do tal trenzinho, além do bucolismo, é a de poder experimentar todos os tintos e brancos possíveis sem depois ter de se preocupar com volante, acelerador, freio e polícia. Se você, porém, consegue apreciar as degustações sem exagero, então o carro é o melhor meio. Isso porque algumas fazendas são mais bonitas e repletas de atrações, merecendo mais tempo de visitação.



É o caso da Viu Manent, cujos vinhedos são cultivados desde 1860. Hoje, 95% de sua produção é destinada aos Estados Unidos. Não bastassem os passeios em charretes com guias bilíngues, a vinícola oferece degustações fartas, inclusive do raro Carménère - variedade trazida ao Chile antes que uma praga a extinguisse na França, no século 19. A vinícola, por sinal, é um museu da uva. Suas construções datam de 1900 e a cave, com 4600 garrafas, virou uma das grandes atrações do vale.



Por falar em museu, nenhuma visita à Rota do Vinho fica completa sem uma visita ao Museu de Colchagua, na cidade de Santa Cruz - a 40 quilômetros de San Fernando. Aqui encontramos uma impressionante coleção de veículos e máquinas antigas. Há também artefatos indígenas, réplicas de vinícolas do século 19 e a reconstrução de uma estação de trem dos anos 1930. É possível se entreter por uma tarde no museu. O lugar ideal para recuperar a sobriedade - lá não tem degustação! - antes de encarar o volante no trecho final de 180 quilômetros até Santiago. Reza a prudência incluí-lo. O tresloucado Eliseo Salazar não faria essa recomendação. Mas, quem é mesmo Eliseo Salazar?

ONDE FICAR E ONDE COMER



Melhor que hospedar-se na Rota do Vinho, é fazer o tour de trem pelo Vale de Colchagua. Custa entre 34 000 e 90 000 pesos (170 reais a 450 reais), de acordo com o tamanho do grupo que fizer a reserva. Inclui visita a três vinícolas (com opção de ir ao Museu Colchagua), degustação de pelo menos dois vinhos por parada, todos os traslados a partir de Santiago e almoço na cidade de Santa Cruz. Informações no site www.colchaguavalley.cl

Matéria Publicada Julho/2004.

Quanto se gasta

Ao chegarmos a Santiago, no sétimo dia de viagem, havíamos rodado 1 950 quilômetros, gastando um total de 67 000 pesos (cerca de 340 reais) em combustível e 18 000 pesos (cerca de 90 reais) de pedágio.

Melhor época

A temporada de esqui vai de junho a outubro. A região lota, e é preciso cautela por causa de gelo e neve na via. No verão, de dezembro a março, os lugares também fervem. Já os meses de abril e maio são insossos: frios, mas sem neve.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Disney com criança

Pessoal, considere ficar dentro dos Resorts da Disney se vc viaja com criança, principalmente menores de 4 anos. E eu te falo o porque:

1) No resort vc tem direito de ir e vir a hora que quiser do parque, se vc esta fora dele, vc tem que chegar cedo e ir embora tarde, nenhuma criança aguenta.

2) Ficando no resort vc tem direito a entrar 1 hora antes e ficar dentro do parque depois que ele fecha, isso vc economiza: nas filas, e no Sol, o Sol de Orlando esta escaldante pra quem esta com crianças.

3) Ficando no resort vc pode ir na montanha russa de madrugada, pense que enqto seu filho dorme , vc pode dar uma voltinha, kkkkk

Essas sao as dicas, veja o resort que recomendo:
http://disneyworld.disney.go.com/resorts/port-orleans-resort-riverside/

Explicacao das horas extras no parque:
p.s. vc precisa ter adquirido o ingresso + o id do resort te dará o direito de passar horas a mais la dentro.

É isso pessoarrr

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Promoção Cruzeiros 2011

Pessoal, as promoçoes dos navios pro ano que vem , estão ótimas, principalmente com o dolar baixo, escolhi 2 navios que tem os preços melhores, façam download dos preços nos links abaixo:

Precisa ter Adobe instalado, os files sao em pdf:

http://www.iberocruzeiros.com.br/files/as1011_gmis.pdf

http://www.master-mcz.com.br/cruzeiros/335_ext_arquivo.pdf

bjs

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Riviera Francesa - Saint-Jean-Cap-Ferrat

Se vc planeja visitar Nice ou Monaco, vc realmente nao pode perder : Saint-Jean-Cap-Ferrat.

Lugar chiquerrimo, onde Brad Pitt tem casa, porem pra nós pobres mortais, um busão ali e outro aqui, a gente vai la ver as mansões a pé mesmo.

Situado somente a 10 km de Nice e de Monaco, oferece aos visitantes o charme de um lugar preservado e encantador, Verdadeiramente um oasis de verde no coraçao de Côte d'Azur, com mais de 300 dias de sol por ano, é um destino ideal para ferias.

Praias e trilhas turisticas na borda de mar em um ambiente natural onde mansões de luxo com seus suntuosos jardins vem para coroar este edem.


Preços camaradas :-(
 
cerverja 4,5 euros, coca 2,5
plat d'jour - de 15,00 ( eu imagino que isso deve ser uma comidinha basica ne?) rss
 
Transporte: 
O onibus parte da gare routiere de Nice, o numero é 81 e leva aproximadamente 30 minutos a 1,00 euro para todo o local, o transporte e muito barato mas tem que saber o horario dos onibus, veja tabela abaixo:
http://www.lignedazur.com/

Alguns sites p/ ajudar:
http://www.hoteis.com/de1636273/hoteis-em-st-jean-cap-ferrat-franca/
http://www.tripadvisor.com/Tourism-g187216-French_Riviera_Cote_d_Azur_Provence-Vacations.html


Valeu amigos que ajudaram com essa dica preciosa!!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Compras em Orlando - dicas e sites

Loja de departamento:
A) Marshall’s: http://www.marshallsonline.com/

2642 East Colonial Drive (mais chique)

Mercado:
B) Wal Mart: http://www.walmart.com/
Sand Lake Road com 8101 South John Young Parkway, Orlando

Farmacia 24 horas:
C) Wallgreens: http://www.walgreens.com//
Open 24 Hours
6201 International Dr, Orlando, FL32819
8050 International Dr, Orlando, FL32819 (próximo a loja da Harley)

Loja de departamento:
D) Super Target: http://www.target.com//
2155 Town Center Blvd, Orlando
4750 Millenia Plaza Way, Orlando

Shopping:
E) Florida Mall (Macys, Best By): http://www.simon.com/
8001 S Orange Blossom Trail

Outlet:
F) Premium Outlet: www.premiumoutlets.com/outlets/outlet.asp?id=17
8200 Vineland Avenue

G) Prime Outlet: http://www.primeoutlets.com//
4951 International Drive - Orlando, FL 32819

Eletrônicos:
H) Compusa: http://www.compusa.com/
7802 South Orange Blossom Trail

I) Best by
8350 South Orange Blossom Trail, FL 32809

Livraria:
J) Barnes & Noble
8358 South Orange Blossom Trail, FL 32809

Shopping:
K) Mall Millenia: http://www.mallatmillenia.com//
4200 Conroy Rd - Orlando, FL 32839

Bares, lojas e etc:
L) Downtown Disney
1500 E Buena Vista Dr Orlando, FL 32830.

Até 2h - Market place e West side não cobram entrada – estacionamento grátis

Após às 19h – 2h : Pleasure Island e Disney Quest cobram

M) City walk universal (11h às 2h) / Clubes cobram taxas para entrar

Roupas:
N) Ross dress for less
International Drive - 5452 Touchstone Dr Orlando, FL 32819
http://www.rossstores.com/

O) Burlington http://corporate.burlingtoncoatfactory.com/mapquest/
8204 South Orange Blossom Trail

Coisas lindas pra casa e cozinha:
P) http://www.williams-sonoma.com/


Q) Bed Bath and Beyond
http://www.bedbathandbeyond.com/default.asp?order_num=-1

R) Brinquedos e coisas pra Bebe:
http://www.toysrus.com/shop/index.jsp?categoryId=2255956

Cupons de descontos:

Os cupons:


Cadastrar-se no site do outlet para imprimir os cupons (prestar atenção as datas, alguns são sazonais e outros são para o ano todo.)
https://www.premiumoutlets.com/vip/register.asp

Tem alguns descontos em alimentação ... tem que garimpar aqui.
http://www.viajandoparaorlando.com/links/cupons.php

Pessoal, é isso aproveitem....

quinta-feira, 25 de março de 2010

Hotéis Fazenda e Pousadas em SP, MG ...

Pessoal,

A pedidos fiz uma seleção de pousadas e hotéis fazenda, com preços mais acessíveis, nada de resort 5 estrelas. (preços variados)

No final da lista dos hoteis/pousadas eu montei pra vocês a lista de todos os emails destes hoteis p/ vocês mandararem em 1 único email um pedido de cotação, vc apenas terá que copiar e colar.

SP
http://www.eldoradoatibaia.com.br/
http://www.hotelberrodagua.com.br/
http://www.barretoscountryhotel.com.br/
Fone: (17) 3321-2323 / Fax: 3321-2325
http://www.recantoalvorada.com.br/
http://www.areiaquecanta.com.br/
http://www.portaldocacau.com.br/
http://www.ilhaplazahotel.com.br/
http://www.fazendaambiental.com.br/hospedaria/index.htm
http://www.refugiocheirodemato.com.br/siteHTML/
http://www.tambayba.com.br/
http://www.riachoverdehotel.com.br/
http://www.hotelsantacristina.com.br/santacristina/Portugues/
http://www.hvb.com.br/
http://www.hotelcolinaverde.com.br/v2pt/
http://www.pousadaaparas.com.br/

ES
http://www.sesc-es.com.br/main.asp?link=indep&bnn=0540x0181-banner-interno-01@swf&id=327&menu=10

MG
http://www.portohotelfazenda.com.br/interna.php?pg=localizacao
http://www.taua.com.br/
http://www.estalagemfazendalazer.com.br/?idioma=pt
http://www.pedradosino.com.br/
http://www.alphavil.com.br/
http://www.pousadarealdiamantina.com.br/
http://www.hotelfazendadasamoreiras.com.br/
http://www.valesuico.com.br/
http://www.hotelfazendaconfins.com.br/
http://www.hcboi.com.br/
http://www.sescmg.com.br/hospedagem/ouropreto.asp

Com apenas 1 copiar e colar você pode receber as informacoes de precos de todos os hoteis acima enviando apenas 1 email, bao ne? Só vc pegar os emails abaixo e colocar no BCC ou Copia Oculta, escreve uma coisa basica: por favor enviar precos casal final de semana tal.

Email de todos, os que nao tem email, tem o fone acima:



Divirtam-se !!!






terça-feira, 16 de março de 2010

Contribuição da Naka ao nosso blog - Planos para Disney 2011

Este é um post diferentinho. Na verdade, este texto é um e-mail (sim, um e-mail, veja só a enormidade) que eu mandei na semana passada para queridas amigas das antigas, daquelas de fazer xixi com a porta aberta.

Ana Flavia (Go Trip Nuts), Deh (Blog da Deh, Cozinha Pequena, Marmita da Deh), Adriana (irmã da Ana Flávia), Quel (aloka!) e eu estamos rascunhando uma viagem doida: queremos ir, com os nossos respectivos, à Disney no fim do ano que vem.

Não vai ser uma tarefa fácil, mas estamos encarando com todo o humor possível: afinal são nove agendas diferentes (por enquanto, já que a Quel está avulsa). E cada um está num momento financeiro/emocional/pessoal diferente: mudança de emprego, gente se jogando no empreendedorismo, casamentos, financiamento de casa e apartamento, filhos em crescimento, troca de carro... ou tudo isso junto.

Além disso, também temos momentos “Disney” diferentes. Como eu sou débil mental, tenho três experiências nas costas (duas delas num período de três meses). Ana conhece a EuroDisney e a de LA também. A Dri se jogou na Disney da Califa. Deh e Quel debutarão no castelo da Cinderela.

Também pensamos em nos vulgarizar por Miami, mas a prioridade aqui é se jogar da montanha russa. Portanto, Miami ficará para outro episódio.

A gente passou por cada perrengue, cada programa de índio, cada ranca-rabo juntas que merecemos uma grande viagem para celebrar uma amizade que dura pra lá de década.

Como a gente já se conhece e tem muita farofa no currículo, achamos que não teremos problemas (afinal, temos intimidade suficiente para mandar a outra lamber o rabo do Mickey quando necessário).

Por isso mesmo, estamos começando um estudo minucioso, cujo “resuminho” você acompanha a partir de agora.

Lembro que os preços estão meio superestimadinhos, tentando colocar os tais 7% de taxa que eles cobram por lá e também chutando o dólar a R$ 2,00. O tradicional “chorinho” também não está incluido nesse pacote. Sim, esperamos lindos descontos!



Planejando a Disney com a galera:

Quando ir:

Para que todo mundo vá se mobilizando nos trabalhos, nas economias e para achar algum coitado que vai jogar uma água nas plantas, colocamos como meta o longinquo mês de outubro de 2011. A partir de agora, são 19 meses de preparativos.

Por que outubro? Porque tem um feriado no meio. Porque é baixa temporada por lá. Porque tem uma promoção nos outlets (Columbus Day), em que as lojas simplesmente colocam as araras nos corredores e as peças penduradas por lá custam 3 dólares. Porque ainda está calor.



Quantos dias:

Estamos chutando cerca de 15 dias ao todo (sem contar a ida e a volta). Três dias em Miami e o resto em Orlando.



Como ir:

SP/Miami/SP ou SP/Miami/Orlando/SP

Aqui deve ficar a critério de cada um. Afinal, tem gente com programa de milhagem, tem gente que quer pagar uma passagem mais barata e não se importa em fazer uma ou duas conexões. Tem gente que prefere ir direto e reto. A única coisa que deve ser combinada é o dia da chegada – e no mesmo aeroporto! Calculamos aqui um preço de bilhete por volta de US$ 1000.



Um teto em Orlando

Como somos muitos e fazemos xixi com a porta do banheiro aberta, resolvemos dividir uma casa.

Alugar uma casa é uma opção razoavelmente segura e bastante econômica em Orlando. Os bangalôs são espaçosos, têm infra completa (com direito a salão de jogos, piscina, cozinha pra lá de equipada, lavadora e secadora, roupa de cama e wi-fi) e custam muito menos que os hotéis. Mas exigem um grau de organização que, bom, nada que uma dona de casa mal treinada como eu não dê conta.

Há vários sites confiáveis de aluguel de casas. Quem quiser dicas, que deixe a pergunta aqui que eu respondo no reservado.

Se posso dar uma dica, aí vai: fique perto dos parques, nos condados de Kissimmee (mais barato) ou Lake Buena Vista (mais caro, mas na boca da estrada que leva aos parques). Ficar fora destes lugares pode significar um gasto gigantesco com gasolina, fora o tempo que se perde para zanzar de um lugar para o outro (ei, você poderia estar nos parques, trouxa!)

Voltando à casa: elas geralmente têm uma master super suite (uma cama double king size e uma banheira que pode sediar uma partida de caiaque polo), uma ou duas suítes master (com cama king e banheiros com banheiras normais) e dois ou três quartos standard (que compartilham o banheiro).



Para não dar briga na distribuição dos aposentos, creio que atribuir valores aos quartos poderá ser uma bela solução para acalmar ânimos exaltados ou compensar quem ficará no quartinho de solteiro. Ou seja, o quarto básico vale X, o quarto melhor custa X + 1/2X e assim por diante. Até lá, nossas amigas matemáticas chegarão a uma equação justa.



Quanto: o aluguel de uma casa com 6 quartos sai por US$ 1800 por semana, ou seja, US$ 3,6 mil pelos 14 dias. Claro que há um generoso desconto para quem ficar mais tempo por lá. E também tem casas menores, mas que possuem apenas uma suíte. Aí tem que ver o grau de conforto exigido pela galera. Mas pelo jeito todas nós concordamos com esse quesito: é de lascar ter que dividir o banheiro com 25 pessoas (já aconteceu na nossa vida).



Dividindo salomonicamente, 15 dias de hospedagem saem por US$ 400 por pessoa. Lembrando que não há hospedagem decente em Orlando por menos de US$ 80 por dia na rede hoteleira. Só fazer as contas.



Locomoção

Não tem jeito: só dá pra circular em Orlando de carro. E tem que ser grandão, porque são pelo menos três malas por mala (dã). E não dá para ter apenas um carro para todo mundo: afinal, vai ter gente que quer ir ao Cirque du Soleil, ou na Downtown Disney ou passear na BestBuy ou no shopping. E tudo isso na mesma hora. E tem gente que quer voltar pra casa pra ver novela.



Portanto, esse povo todo precisa de pelo menos duas megavans ou de uma van enorme e dois sedãs médios, para poder dispersar a galera numa boa. Assim evitamos traumas, bicos, choros, ranger de dentes.



Calculo US$ 2,7 mil com o aluguel de duas Explorer (são SUVs enormes). Com esse dinheiro é possível alugar três carros de configurações diferentes. A discutir.





Caixinha coletiva



Bom, todo mundo aqui já dividiu casa de praia, certo? Então, caixa único para as despesas de:



- rango na casa: precisamos sair de casa com um café da manhã reforçado. E provavelmente faremos algumas refeições na casa (TIPO CHEESE MACARONI e MARSHMALLOWS). Artigos de limpeza também entram na conta – sabão em pó, saco de lixo, detergente, essas merdas. Entram na conta alguns snacks para degustar ao longo da fila, digo, do dia...



- combustível



- estacionamentos dos parques – de 12 a 20 dólares (sim, esse é o preço).



Artigos de uso pessoal? Cada um paga o seu.



Você gosta de Doriana mas a sua amiga curte Vigor Mix? Como resolver? Moleza: não tem nenhuma das duas marcas por lá. Tem que comer a manteiga deles. Sifudeu.



O ideal é cada um jogar por semana tipo uns 200 dólares, mais ou menos. Dá e sobra para a compra de tranqueiras e guloseimas em geral.



É preciso também eleger o “cara da administração”, que curta guardar as notinhas e manje de planilha. E que não misture os dinheiros. Senão, já viu...





Passeios



Como é o debut de Orlando da maioria, é legal visitar todos os parques da Disney e da Universal.



Chegar cedo ou chegar tarde? Olha, tudo depende do horário de funcionamento dos parques. Os da Universal fecham cedo, então convém pegar a bagaça abrindo. Já os da Disney (exceto o Animal Kingdom) têm desfiles e atrações à noite, então é bom ir descansado para segurar as pontas.



Como iremos na baixa temporada, dá pra fazer tudo e ainda repetir brinquedos (claro que tem filas de meia hora, mas tem brinquedo que é vazio). Portanto, nada de muito estresse e nem horários malucos para acordar e dormir.



Aos parques?



Imperdíveis e necessários:



Magic Kingdom (é o do Castelo da Cinderela e do show de fogos)

Epcot (lindo e fofo e enooooorme)

Hollywood Studios (meu superfavorito)

Animal Kingdom (do cacete. E pra quem gosta mesmo de bicho. Prato cheio)

Universal Studios (my second best)

Island of Adventure (só digo duas palavras: HARRY e POTTER)

Sea World – acho meio sacanagem com os bichos, mas é tao legal..





Tipo assim, vai quem quer:



Busch Gardens: fica em Tampa - a 100 km de Kissimmee - e só vale para quem é viciado em montanha russa. Tá meio com cara de Playcenter, sabe? Pintura descascando, brinquedo velho... mas mesmo assim eu vou amarradona! Amo! Sheikra é a minha predileta: você despenca de uma altura de 70 metros na vertical. Eu moraria nela, numa boa. Se você simplesmente odeia altura, é melhor ficar na piscina, porque vai ser um programão de índio Sioux.



Parques Aquáticos – é pro dia todo, dá pra ser considerado o “dia do descanso”. E é pra dar risada. Blizzard Beach, Thyphoon Lagoon e Wet n Wild são as opções. Eu iria no Blizzard ou Island (com preferência para este último, menos baby).



Cabo Canaveral – eu acho do cacete, mas só vale para interessados (tipo os meninos nerds e que entendam inglês). Como é entre Miami e Orlando e estaremos com dois carros, dá pra dividir o povo – uns ficam, outros vão embora pra Orlando. Pra que que serve o GPS mesmo?



Daytona Beach formula Xperience – é. Isso. NEGO PAGA 1000 DÓLARES PARA DAR 16 VOLTAS NUM CARRO DE STOCK A 320 KM/H. Os meninos vão se matar de vontade de ir . Portanto, ladies, abafem o caso se não quiserem um rombo no orçamento.



Downtown Disney – BALADA COM CIRQUE, PLEASURE ISLAND, PLANET HOLLYWOOD, entre outras coisas. Melhor ír à noite e sem sono, porque o negócio é enorme e pesado...



Longwood – não tem nada de mais nesse condado, não... Só a maior loja de comics do planeta. Coisa de nerd. Tem uma porra de uma estátua do Surfista Prateado em tamanho de gente e um Homem Aranha sarado pendurado de cabeça para baixo. E tem todas as espadas do Star Wars. Pode escolher, o cara tem o seu sabre de luz predileto.







Dias livres



São essenciais. Porque a atividade é intensa e o corpo exige uma folga – nem que você passe essa folga no meio do outlet ou revendo o parque predileto. Convém programar pelo menos um.



Compras



Os shoppings abrem Às 10 da manha e fecham as 11 de segunda a sáabado. Best Buy abre às 8h da manhã e fecha as 10h . Walmart e quetais são 24 horas. Barnes & Noble ficam disponíveis das 9 da manha as 10 da noite. Ou seja: quem tiver pique, pode se acabar em compras a qualquer momento.





Alimentação fora

Aí é cada um, cada um. A refeição fora de casa vai dar entre US$ 15 e US$ 25 por cabeça por vez. Fora suco, água, sorvete, bla bla bla. Pode-se entrar com garrafas d’ água e comida numa boa nos parques.



Entao é bom ter algum tipo de belisco na bolsa, tipo frutinha, barrinhas de cereal (as de lá são boas) e água mineral congelada (às 3 da tarde a água ainda estará geladaça). E é difícil achar chiclete nos parques. Aí entra o nosso amigo WalMart, que vende caixinhas com 400 quilos de Trident a US$ 4.







Bom, estou sendo chata? Tem mais



Periodicamente temos que discutir os rumos da viagem, para montar uma estratégia de guerra mais lúcida, lógica e econômica.



Somos ótima companhia uns para os outros. Mas devemos ter o compromisso desde já de respeitar desejos, anseios, vontades (é a Disney, borra!) e limitações alheios...



Convém ainda descolar alguns pares de walk-talkies e distribuir entre a galera. Afinal, quando encher o caso de andar de bando, cada um vai pro seu canto, sem risco de perder a comunicação com a geral.



Eu adoro organizar a viagem, fazer check-lists, essas mercas (não sei se vocês perceberam). Mas odeio cuidar do caixa e juntar nota, por exemplo Então, devemos também ter a divisão de tarefas ao longo da viagem. Aliás, essa divisão deve ficar clara antes mesmo da viagem. Porque um ficará a cargo da casa, outro ficará com o carro e por aí vai...



Bola preta, bola branca



Claro que temos amigos fora desse circuito. E muitos deles também gostariam de entrar no comboio. Mas aí é fazer como no Clube Harmonia: Vota-se com bolas brancas (sim) ou bolas pretas (não) se a excursão está aberta ao candidato em questão. Depois, se vira para falar com o amigo que ele foi excluído. Ninguém mandou ser amigo de gente mala.



Acertando as contas com a mamãe:

Vamos lá (gastos por pessoa):

Passagem aérea (média) US$ 1.000

Aluguel da casa: US$ 400

Aluguel dos carros: US$ 300

Ingressos de parques: US$ 400 (disney + universal + busch - que só vale para quem ama montanha russa + sea world - torcer para que a shamu mate mais alguém)

Total por cabeça: US$ 2.100 ou, traduzindo para real com o dólar a R$ 2 = R$ 4.200 (sem contar com gastos pessoais e nem a caixinha comum)



Muito?



Bom, estamos falando de 15 dias num esquema profissa/confortável. Dividindo por 19 meses (entre março de 2010 e setembro de 2011), deve-se colocar no porquinho R$ 222. Aperta-se o orçamento antes, mas pelo menos você chega a Orlando com a viagem paga!

Como você é folgado, vai querer dicas de como economizar, certo?



Bom, se você cortar o café e o pão de queijo diários (R$ 5) você já poupa R$ 110 e ainda perde uns quilos. Bom, não é tão difícil assim, vai...



Nos próximos meses vou discorrer sobre cada um desses assuntos.



Quer ir com a gente? Já sabe: bola preta/bola branca!



Tá com dúvida? Quer mais dicas? Ou espera ou deixe seu comentário após o bip!

terça-feira, 9 de março de 2010

Azul oferece onibus gratuito para Viracopos!!

Ai vai mais uma dica de viagem e de como economizar, agora vc pode adquirir um bilhete da Azul e pegar o onibus free da estacao Barra Funda do Metro, ou do shopping Eldorado, ou ainda do outlet premium, mamata ehimm, vejam:

http://www.voeazul.com.br/aspx/servicoOnibusBarraFunda.aspx

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Tahiti ou Thaiti? Sim é Tahiti por 4500 reais



Só quero mostrar pra vcs que tudo é possivel, nao podemos olhar uma propaganda de revista ou agencia de turismo e nos enganarmos que nunca poderemos ir num
lugar ou porque é de gente que tem dinheiro ou porque nao temos condicoes de pagar, isso nao é verdade, a gente só precisa achar um outro jeitinho de ir, nao é ?
quem sabe nessa matéria muitos casais nao deixem o nordeste de lado pra passar uma lua de mel realmente inesquecivel no Tahiti?, nao acho que vai ser menos romantico que o bangalo...
Vistonão precisamos, somente passaporte, porem sempre é bom consultar o consulado Frances.
MoedaAceita tanto euro qto dolar.
Aéreo:
SP - CHILE - 20 MIL MILHAS IDA E VOLTA ( FREE)
CHILE - PAPEETE ( CAPITAL DO TAHITI) - 1400 DOLARES NO SITE DA LAN indo em março por exemplo ( http://www.lan.com/)
HOTEL/ALBERGUE/POUSADA BARATOOOO
http://www.farevaihere.com/
Bora Bora
CHEZ NONOesse aqui 62 euros a diaria casal, de graçaaaa....7 DIAS = 1300 REAISSSSSSShttp://cheznonobora.com/
FARE SUISSE GUESTHOUSE RUE DES POILUS TEHITIENS - Papeete, French Polynesia 98713 Tarifas - R$251.73-R$253.59 = 7 DIAS = 1757 REAIS. ( PRECO DE PACOTE DE NORDESTE)
Royal Tahitien
300 REAIS A DIARIA = 7 DIAS = 2100 REAIS
http://www.hotelroyaltahitien.com/en/reservation/step1.php
P/ conhecer as outras ilhas, como moorea e bora bora, vc pode ir de barco ( como a nossa balsa de angra pra ilha grande) , na faixa de 10 euros ida:
http://www.thetahititraveler.com/islandguide/tahititransferries.asp
http://www.tahiti.com/english-version/about-tahiti/gen-resources/boat%20transportation.html

Aereo interno pra conhecer ilhas: na faixa de 80 euros, o que nao é caro tambem.
http://www.airtahiti.aero/home.php Passeios:
http://www.tahiti.com/english-version/about-tahiti/gen-resources/boat%20transportation.html#AREMITI
http://www.tahiti-tourisme.com/
OBS: não é por nada, mas se só o vôo sai na faixa de 3 mil reais, porque as operadoras de turismo querem me cobrar 11 mil reais por pessoa por um pacotepra ficar no bangalo? ahh me poupe ne? eu vou é conhecer o Thaiti ficando nem que se for em albergue... nao preciso ficar no bangalo nao...
Total da viagem com milhas + hotel barato = 4500 reais. ( nao esta incluso passeios of course)
Passeios, eu pegaria esse ferry boat de 10 euros e passaria cada dia em uma ilha pra conhecer, porque se de barco e'30 minutos entre ilhas, nao vejo necessidade de ir de aviao, pensa que passear de barco é muito bom tb.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Búzios da Helena????


Pessoal, buzios nãoo é pra rico nao, vou te ensinar a economizar em buzios fazendo uma farofa basica:


1) como chegar la:
a) de carro, sao 800km de SP
b) busao, a 1001 leva saindo do Tiete
c) aviao, vc pode usar milhas até Stos Dumont e ainda pegar outro aviao pra cabo frio, chique nao? A trip faz esse trecho por 88 reais ida e volta:
http://www.voetrip.com.br/Default.aspx
d) navio - tem que ser via pacotes , em marco e abril é mais em conta.

2) onde ficar:
a) albergue da juventude: ( boa localizacao) - de 40 a 80 reais.

http://alberguedebuzios.com.br/
b) pousadas mais em conta:






3) conhecendo as praias :
TOP: pra mim é Ferradura e Joao Fernandes e nao se fala mais nisso, mas essas sao pra esticar a canga mesmo e passar o dia.
Para serem vistas: Azeda e Azedinha, forno, mirante do forno.
Para ver famoso: Geribá
Para levar criança: Tartaruga

4) Fique em Búzios e va conhecer as vizinhas Cabo Frio e Arraial do Cabo:
Na verdade arraial do cabo ainda ganha de praia linda porque tem mar azul e areia branca, mas a estrutura das pousadas ainda deixa a desejar.
Melhor ficar em Buzios e ir conhecer arraial, eu indico o passeio de barco pra ver a Gruta Azul. ( Imperdivel)

Dicas de como economizar:
- Leve seu isopor e suas brejas e salgadinhos, porque eles cobram o olho da cara , UM CORNETO ESTAVA 10 REAIS UM ABSURDOOO.
- Se vc realmente é um mochileiro entao pegue as vans ( circular) p/ conhecer as praias, em media 2 reais, escolha a praia e peça p/ o motorista te deixar o mais perto possivel.
- Se vc esta de carro , vá com seu carro as praias, mas tenha em mente que a maioria delas vc precisará pagar o estacionamento em media 5 reais, isso em buzios, e ai vc leva seu isporzao e só alegria.
- Em arraial e cabo frio vc consegue deixar o carro na rua sem pagar.
- Vá na Rua dos biquinis em cabo frio pra conhecer mas nao se iluda , os biquinis la sao mais caros que aqueles que vendem na praia de buzios.
Comer: aqui ta uma coisa que nao é muito facil nao, a famosa creperia na rua das pedras é o mais acessivel pra nos pobres mortais, e mesmo assim nao é barato, na faixa de 10 reais vc come um crepe, porem ele é bemmm grande e servido, e bastante recheio: Crez MOi é o nome dele, mas vá no finalda tarde, porque a noite lotaaaa.
fora isso vc vai encontrar uns lanches e uns pfs a tarde apenas.
jantar mesmo, só ganhando o que a Helena ganha, rsss

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Mandamentos de um Mochileiro e Dicas Preciosas de Albergues

Mandamentos de um Mochileiro:

1) Não terás destino certo
2) Ficarás somente o tempo necessário no destino
3) Não terás muito conforto
4) Não andarás na moda ( vc realmente só precisa de roupa confortável e 1 tenis)
5) Não tomarás táxi ( isso é pra quem tem dimdim)
6) Não terás medo de idioma ( quem tem boca vai a Roma)
7) Farás muitos amigos ( afinal vc ficará com outras pessoas no albergue)
8) Não levarás tudo tão a sério ( digo, mochileiro de verdade descobre o lugar por si só, e não leva a sério os mandamentos impressos em revistas)

Dicas e Preços de Albergues

Buenos Aires - diária de 9 dolares
http://www.alberguebuenosaires.com.br/

Montevidéu - diárias de 15 dolares
http://www.redhostel.com/

Rio de Janeiro Ipanema - 45 reais
http://www.thelighthouse.com.br/

Barcelona - 15 euros a diaria ( famoso pelas festas e cerveja barata)
http://www.kabul.es/

Berlim - 19 euros a diaria ( famoso pela limpeza, acredite se quiser albergue é limpo em alguns lugares)
http://www.circus-berlin.de/

Munique - 50 euros
http://www.euro-youth-hotel.de/pt/

Paris - 24 euros a diaria
http://www.youngandhappy.fr/

Roma - diária desde 14,90 euros
http://www.yellowhostel.com/

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Curaçao é do Caribe!


Bon bini! Agora chegou a hora de estralar os dedos antes de começar escrever sobre Curaçao. A irmã menos famosa dentre as 3 ilhas que formam as Antilhas Holandesas - Aruba, Bonaire e Curaçao, porém, certamente com muitos atrativos. A ilha é economicamente independente, não depende exclusivamente do turismo e não é atolada deles.
A capital é um encanto pelas construções coloridas da cidade Willemstad, muitas praias com mar muito azul, cristalino, areia grossa e muito branca (parece que estamos pisando em casquinhas de ovos moídas), um povo lindo, sorridente e receptivo, possibilidade de mergulhar com golfinhos, dentre outras qualidades, Curaçao ficou conhecida como uma opção "low profile" no Caribe, o que não a torna, absolutamente, menos interessante.
Ao chegar em Curaçao providencie um mapa de ruas e considere alugar um carro. A grande parte dos hoteís oferece receptivos no aeroporto, com transporte exclusivo (gratuito ou pago) para os hoteis. É facil dirigir em Curaçao, existem poucas vias e estradas principais que levam as principais praias e pontos turisticos. A capital e as principais redes de hoteis oferecem caixas ATM, onde é possível fazer saques em dólar, a melhor opção, inclusive algumas lojas oferecem preços mais atrativos a quem paga em dólar.
O licor Curaçao é ítem quase que obrigatório como souvenir. Na capital Willemstad existem boas opções de compras em lojas de artigos diversos espalhadas nas regiões centrais da cidade e em Otrobanda.
As praias são de águas calmas e transparentes. Algumas são públicas e outras solicitam uma taxa de admissão para entrada.
Como sugestão de hospedagem, o hotel Trupial Inn: http://www.trupialinn.com/. É um hotel categoria turística, oferece transporte em Van, diário e gratuito, com horários marcados do hotel para a praia de Mambo Beach e para o centro de Willemstad.
A Mambo Beach oferece uma excelente infra para famílias, praia de mar aberto mas “protegida” por uma barreira de corais, é uma excelente opção como ponto de partida para conhecer outras praias mais distantes e reservadas no norte da Ilha, como a Cas Abao (foto acima).
Uma outra facilidade que gostei muito neste hotel foi o restaurante com comida simples, bem feita e com preços bem convidativos, após um dia muito estressante e cansativo, farto de areias brancas e mar azul, pode ser uma boa opção relaxar no início da noite na piscina do hotel e não ter que sair para procurar um bom restaurante para jantar. Considere esta idéia...
A língua local é o Papiamento. Não se preocupe que o inglês é muito bem compreendido e falado por lá, com espanhol e até mesmo um português beeeemmm pausado você não passará grandes apertos.
Ah, muito importante, se partir da Venezuela para Curaçao, ou se estiver em Isla Margarita e quiser partir direto para Curaçao, as escalas e conexões de vôo serão inevitáveis. Muito cuidado ao reservar suas passagens com companhias aéreas locais, opte por comprar o trecho completo, incluindo as escalas. Em poucos dias que passamos lá tivemos problemas com longos atrasos em TODOS os vôos. O aeroporto de Caracas está cheio de opções para troca de moeda, carregadores de malas, “agentes” de turismo, fuja, fuja, fujaaaa de tudo isso, planeje-se antes, a exploração do turísmo é algo feroz e assustador naquele país. Última dica, em Caracas não se afobe para trocar seus dólares por bolívares. Procure a melhor cotação. Qualquer hotel faz troca, os postos de agências localizados ao redor do aeroporto fazem troca, não esbanje suas doletas porque você acabará tendo que torrar seus bolívares no Duty Free da Venezuela na volta ao Brasil, ou trazer um bolo de papel moeda que não vale nada por aqui.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Azul da cor do... Caribe! Ah...Los Roques...

O Caribe oferece tantas opções, um lugar para se conhecer "a la carte". Feche os olhos, aponte o dedo sobre o mapa, escolha uma “pérola” da região e se jogue...
Como dica geral, é possível viajar com milhas até Caracas, sendo que o trecho é considerado "doméstico" e utilizará apenas em torno de 20.000 milhas (ida e volta). A partir de Caracas existem várias possibilidades de voos para o Caribe (e outros destinos) por precos atrativos. Ao fazer qualquer viagem utilizando milhas, sempre considere a taxa de embarque que sempre será cobrada a parte para qualquer destino, no caso de Caracas, a taxa de embarque é uma das mais caras, consulte sempre tais taxas antes de efetuar qualquer troca de milhas, as vezes uma passagem com tarifa promocional pode valer mais a pena do que utilizar milhas, tudo depende.

Venezuela Tuya - Los Roques.

Este arquipélago nos faz sentir como se estivéssemos no Caribe primitivo, inexplorado, quase intocado. A partir do aeroporto de Margarita (Porlamar) voamos em teco-teco para a principal ilha do arquipélago Los Roques, Gran Roque, a unica ilha povoada. A vista do arquipélago na chegada do voo em Los Roques é um espetáculo (vide fotinho acima a direita)! A partir de Gran Roque existem passeios de lancha ou catamarã para as outras ilhas de águas azuis, cristalinas e areias muito brancas, tais como as ilhas Francisqui e Crasqui. E um prato cheio para quem curte mergulho, existem operadoras locais em Gran Roque para a prática. Há também boas opções de pousadas e restaurantes na ilha principal, a maioria de propriedade de europeus que se instalaram na regiao, os preços da hospedagem na ilha em geral são salgados, durante a alta temporada - de novembro a abril - considere o bate-e-volta de 1 dia, se quiser apenas degustar para retornar posteriormente...
Dica importante: Leve dinheiro vivo para Los Roques, em Gran Roque, não aceitam nenhum tipo de cartão, bem como, não há bancos ou caixas eletrônicos. Lembro-me que havia apenas um postinho para câmbio de moeda estrangeira.
Los Roques é para quem gosta de praias paradisíacas pela pura natureza, não recomendaria para pessoas que sempre pensam em encaixar uma boa sessão de compras ou baladas durante uma estadia de férias, aliás, Los Roques requer pouquíssima bagagem. As ruas são de paralelepípedos e areia. Vá com boa muito disposição física, um bom protetor solar e não dispense os pescados fresquinhos servidos a beira mar.

Dicas:

Aéreo ( se vc for de milhas ate caracas):

http://www.aerorepublica.com/reserva.php?opcion=paso1
http://www.aeropostal.com/aero2009/itinerario.html
http://www.aires.aero/Home/Home.aspx
http://ravsa.com.ve/default.asp
http://www.losroques-airlines.com/en/make-your-reservation-now

Dica de Passeio: ( não é barato , mas da pra nadar com golfinhos)
http://www.curacao-sea-aquarium.com/

Hotéis e Descontos: (preços que realmente valem a pena)

http://travel.hotels-and-discounts.com/index.jsp;jsessionid=207C6FCC0F09E1896923CD9BB0725370.tn10tc01?pageName=index
http://www.celeste.an/UkPages/uk_intro.htm
http://www.curacao-villas.com/en/bonbini.html#rates

Como juntar milhas e viajar de graça - PASSO A PASSO

Como juntar milhas e trocar por passagens aéreas?

1) O que vc precisa fazer primeiro:

Se inscrever no programa fidelidade da TAM e da Varig ( é de graça nao tenha medo), veja os sites:

https://clientes.smiles.com.br/eloyalty_ptb/start.swe?SWECmd=InvokeMethod&SWEMethod=FrameEventMethodRegisterNewMember&SWETargetView=LOY+Home+Page+View+%28eApps%29&SWEHo=clientes.smiles.com.br&SWEApplet=LOY+Login+Applet&SWETA=&SWEView=LOY+Home+Page+View+%28eApps%29


http://www.tam.com.br/b2c/vgn/v/index.jsp?vgnextoid=a7d91e3780513210VgnVCM1000000b61990aRCRD

2) Ter um cartao de credito que possa converter em milhas p/ um destes cartoes acima, veja lista de bancos conveniados: ( isso não é obrigatório , mas como todo mundo tem 1 cartão, fica muito mais fácil de juntar logo)

ITAU, BRADESCO, CAIXA ECONOMICA, BANCO DO BRASIL, BANCO REAL, SAFRA, ICHEE QUASE TODOS, VEJA AQUI:

http://www.voegol.com.br/smiles/pt-br/milhas/acumule/empresas-parceiras/cartoes-de-credito/paginas/default.aspx

MUITO IMPORTANTE, QDO VC ADQUIRE UM CARTAO CREDITO NOVO GERALMENTE VC GANHA AUTOMATICAMENTE 4 MIL MILHAS, TALVEZ VC JA TENHA ELAS NOS SEUS CARTOES DE CREDITO E NAO SABE, OU PRA COMECAR, ADQUIRA UM MASTERCARD POR EXEMPLO DA TAM E COMECE COM 4 MIL MILHAS.

DE TEMPOS EM TEMPOS VC CONFERE NA SUA FATURA DO CARTAO DE CREDITO QUANTO VC TEM E TRANSFERE PARA UM DOS CARTOES DA TAM OU SMILES. P/ TRANSFERIR CONSULTE O SEU BANCO. NO ITAU DA PRA FAZER DIRETO NO BANKLINE.

DICA, PASSE TUDO NO CARTAO DE CREDITO , ATE QUANDO COMPRAR 1 PASTEL NA FEIRA ( FEIIA ACEITA CARTAO AGORA, HAHAHA) , ASSIM VC VAI JUNTAR MAIS RAPIDO PONTOS E CONSEGUIUR UMA PASSAGEM FREE.

TENHA EM MENTE QUE ALEM DE CARTAO DE CREDITO VARIAS OUTRAS INSTITUIÇOES DAO PONTOS, COMO POR EXEMPLO: FARMACIA,
POUSADAS, REVISTAS, EETC, JAJA FALO MAIS DISSO.

3) QUANTOS PONTOS PRECISO JUNTAR?

OK,OK, VC SÓ PRECISA DE 10MIL PONTOS PRA COMECAR A BRINCAR DE VIAJAR DE GRAÇA.

ENTAO ADQUIRIU UM CARTAO DE CREDITO COM 4 MIL MILHAS, VC PRECISA JUNTAR MAIS 6 MIL E TRANSFERIR TUDO P/
TAM OU SMILES , EU SUGIRO PRA COMECAR ESSE PASSO A PASSO:


A) ADQUIRA UM CARTAO MASTERCARD QUE JA TE DE 4 MIL MILHAS

B) ASSINE A REVISTA VEJA ( VC VAI FICAR CULTO E COM O FIOFÓ CHEIO DE MILHAS) = 7 MIL MILHAS ( MILHAS = PONTOS )

C) TRANSFIRA TUDO PRA SMILES , POIS É A UNICA QUE VC CONSEGUE VOAR COM POUCAS MILHAS, A TAM TEM PROMOCAO, MAS A SMILES TEM MAIS.

D) COM 4+ 7 = 11 MIL MILHAS ( OU 11 MIL PONTOS) QUE É IGUAL JA DA 1 PASSAGEM IDA E VOLTA, ENTRE NO SITE:
http://www.voegol.com.br/smiles/pt-br/Paginas/default.aspx

ENTRE COM O SEU USER E SENHA QUE VC CADASTROU NO SITE CONFORME INSTRUCOES AQUI NA OPCAO 1.CONFIRA NO EXTRATO QUE VC TENHA 10 MIL NO SALDO ATUAL.

E) SELECIONE EMISSAO DE BILHETE ONLINE, ACEITE O ACORDO E CONTINUE

F) COMECE A BRINCAR DE PROCURAR UM LUGAR PRA IR, VC VAI VER QTAS MILHAS SAO NECESSARIAS, ALGUNS DESTINOS SAO 5 MIL DE IDA E
5 MIL DE VOLTA, E ISSO MEU BEM, VC JA TEM NAO É?

EXEMPLO, FEITO EM 16/11/2011 COM SMILES:
SAO PAULO GUARULHOS - Las Vegas (IDA E VOLTA ) = 50 mil milhas. Tem parceria com a American Airlines, relato da amiga, que teve dificuldade em marcar a passagem, poremmmm, compensador, ja que ira free para Las Vegas:

Juntei todas as milhas do cartão de crédito Itaucard e transferi para o cartão SMILES ... aí, tem parceria com a AA....  =)
Só que, só emite bilhetes via telefoneee... fiquei mais de 3hrs pendurada no tel para conseguir... liguei 2x, na primeira, não tinha voo de volta ... perdi 1h30.
E na segunda, mais 1h30... e aí, eu queria uma semana só, não tinhaaa...  mas eu peguei o que dava... RS...

4) Agora que vc já sabe como ser um tripnuts, vc precisa saber como adquirir mais pontos certo? Primeiro vc tem que ficar esperto e neurotico, porque 1 pum pode valer 1 ponto, kkkkkkkkkk, essa foi boa:

Parceiros dos programas tam e smiles pra vc conseguir mais pontos:

Restaurantes, seguros, farmacias ( pensa, um tylenol que seja pode te levar pra caracas ), cartoes, companhia aeres, hoteis, estacionamentos, e etc, mas basicamente o que vc compra no dia a dia confira:


http://www.smiles.com.br/smiles/content/acumule/parceiros/index.htm


http://www.multiplusfidelidade.com.br/Parceiros.aspx?vgnextoid=f9691e3780513210VgnVCM1000000b61990aRCRD

5) Tá ja sei vc nao ta contente em acumular milhas pra ir pra Recife porque sua tia mora la, ok, vc quer mais, vc quer ir pra europa, pro caribe de graça, quem sabe NY, ta bom, eu te ajudo:

Caribe ta mais facil que comprar banana por dúzia, vc só precisa de 15 mil milhas, manda sua mae assinar a caras e vc paga no seu cartao de credito e depois ela te paga, assim vc ja ganha umas milhas.

Quanto ao Caribe espere a reportagem do Caribe que vai ser com milhas, e ja vai incluir o hotel, ou a pousada low cost.

Mais aqui esta quanto vc precisa pra ir onde vc quer:

UTILIZANDO SMILES:

VC PODE VOAR DE AMERICAN AIRLINE, SO, YOU CAN FLY TO NY CITY:




VC PODE VOAR DE AIR FRANCE E KLM, VC PODE IR PRA PARIS....:




CARIBE:

http://www.voegol.com.br/pt-br/destinos/Paginas/aruba-caribe.aspx

AGORA DA TAM:

Vc pode voar com united ailines (USA), TAP pra Portugal, Lufthansa pra Alemanha, Lan pro Chile, Air Canada, Swiss pra Suiça, Austrian pra Austria, BMI Europa, Brussels pra Bruxelas, US Airways, como o nome diz, afeee, sao tantas, veja no link abaixo:

http://www.tam.com.br/b2c/vgn/v/index.jsp?vgnextoid=5d991e3780513210VgnVCM1000000b61990aRCRD


Claro que vc pode achar um absurdo juntar 60 mil milhas, mas vc nao pode ter pressa,e sim saber como juntar, muitas pessoas, viajam a trabalho e quem ganha milhas é quem viaja, entao meu filho, nao perca tempo, nao vá com cia aerea que vc nao vai acumular mais milhas, ou entao, ja corre no checkin e faça o cartao fidelidade da cia que vc ta viajando, agora, se vc viajou com air france, vc pode pontuar na TAM, deu pra entender?


Bom, agora vc já sabe como juntar milhas, no proximo capitulo vamos falar mais detalhes de como usar as mesmas e ainda economizar num albergue da juventude e ter uma viagem inesquecível com preço de nordeste...

Iche da pra ir pro Thaiti de milhas acredita? Vai ficar pra outro dia...

Ahh e vc nem sabe, com 10 mil vc pode ir ate Caracas e pagar a viagem pro Estados Unidos por 300 dolares, ichi vai ficar pra outro dia tb.

FUIIII!!!